Acesso à água e melhoria da produção artesanal no norte da Argentina

Agricultura Familiar / Argentina

A província de Jujuy, no noroeste da Argentina, é caracterizada por uma economia pastoril dedicada à pecuária, em um contexto de condições climáticas adversas e secas frequentes. Ela está entre as regiões mais pobres do país, com rendimento médio mensal per capita de 158 euros e comunidades indígenas forçadas à emigração devido à pobreza extrema.

DESTAQUES

icon-farmers.png

339

AGRICULTORES ENVOLVIDOS

icon-beneficiaries2.png

1.438

BENEFICIÁRIOS

icon-family-blue.png

42

instalações de água novas e reparadas

icon-livestock2.png

46%

microcréditos concedidos a mulheres

Nosso trabalho

O programa da Fundação foca na criação de condições para o manejo sustentável da agricultura e pecuária através de acesso melhorado à água, treinamento, inclusão financeira e empoderamento da comunidade. 

O programa foca na criação de armazéns comunitários, no financiamento da agricultura e pecuária e na diversificação da renda, apoiando empreendimentos comerciais - principalmente agroturismo e artesanato - através do acesso ao microcrédito.

Sistemas mais eficientes de coleta, irrigação e armazenamento de água também contribuem para uma produção mais ambientalmente sustentável. 

Treinamento foi identificado como outra área-chave de ação, com foco nas melhores práticas de gestão agropecuária em regiões com restrição de recursos hídricos, bem como em habilidades comerciais e de marketing, para incentivar a agricultura sustentável e a criação de renda adicional.

O aumento da participação das mulheres na economia local também é estimulado no contexto da migração de homens para áreas urbanas. 

Principais impactos

As doações para microcrédito estão criando oportunidades para desenvolvimentos agroecológicos, artesanais e turísticos, em particular entre as mulheres. 95 microcréditos foram distribuídos na região de Puna, para produtores de fibra de lhama em 6 comunidades, e 185 microcréditos distribuídos na região de Quebrada, principalmente para pequenos produtores. Todos os beneficiários puderam pagar suas dívidas (exceto 3 casos para os quais foi solicitada uma prorrogação). Os fundos reembolsados serão novamente emprestados aos beneficiários necessitados, mediante solicitação. 

Tem sido fornecido acesso à coleta de água e à tecnologia de irrigação na forma de pequenos tanques e tubulações, resultando em aumento da produção local, mais autossuficiência e maior renda familiar, enquanto cria condições para uma agricultura sustentável. Foram implementados sistemas de acesso à água em seis comunidades (com implementação em andamento em outras quatro  comunidades). O fornecimento de água abriu possibilidades para culturas forrageiras para animais e batatas para consumo humano.

Sobre nosso parceiro

O programa da Fundação é realizado em parceria com várias agências do governo argentino, bem como com cooperativas locais com forte presença em comunidades indígenas e vasta experiência em projetos agrícolas, diversificação de negócios e implementação de projetos.

Duração do projeto

2017-2018

 

DEPOIMENTO

Como parte do projeto, recebemos todos os materiais para fazer o trabalho da água. Nós costumávamos buscar água bem longe de casa. A mesma água para beber era usada na agricultura, e tinha que ser purificada antes que pudéssemos tomar. Agora, a água vem diretamente à propriedade.

ABALOS GERONIMA MODESTA E ISIDRO ARMELLA

Comunidade de Muñayoc